Fórum debaterá custo econômico do crime e uso de tecnologias disruptivas para o combate à corrupção

A capital paranaense sediará, durante os dias 23 e 25 de março, o 2º Fórum Nacional sobre Crimes Econômico-Financeiros, realizado no Pequeno Auditório da Universidade Positivo, pela Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), com apoio do Departamento de Polícia Federal.

“Seguindo o sucesso da primeira edição (foto em destaque), reeditamos o evento e agora focamos no debate do custo econômico do crime e no uso de tecnologias disruptivas para o combate à corrupção. A ideia é promover discussões que estão na fronteira do conhecimento, de modo a fomentar reflexões sobre novas possibilidades de aplicação da criminalística na solução de casos que interessem à justiça”, explica o perito criminal federal Marcos de Almeida Camargo, presidente da APCF e porta-voz do evento.

Pioneiro no país, o evento multidisciplinar promove a troca de conhecimentos entre profissionais que se dedicam a combater as práticas financeiras ilegais e, em sua segunda edição, terá como tema principal “O custo econômico do crime e o uso de tecnologias disruptivas no combate à corrupção”. Um dos destaque do Fórum será a palestra do professor norte-americano Thomas Sargent, vencedor do Prêmio Nobel de Ciências Econômicas (2011) e um dos economistas mais conceituados do mundo.

Segundo levantamento do Economics and Finance Research IDEAS/RePEc, atualmente Sargent é o 15º nome entre os autores do gênero. Leciona na Universidade de Nova York, tendo ocupado, anteriormente, cargos nas Universidades de Minnesota, Chicago e Stanford. Foi um colaborador inicial e importante da revolução das expectativas racionais em macroeconomia, e uma de suas grandes contribuições foi a “proposta de ineficácia de política” – a ideia de que as expectativas das pessoas sobre a política fiscal e monetária do governo dificultam que os funcionários do governo impactem a macroeconomia da maneira que pretendem. Sargent será o palestrante de encerramento, com fala agendada para o dia 25 de março (quarta-feira), às 14h.

Unem-se a ele especialistas renomados nas áreas de Criminalística, Direito, Tecnologia e afins, para debater e trocar ideias com um público estimado em mil participantes, entre profissionais e pesquisadores de carreiras técnico-científicas, membros do Ministério Público, empresários, além de estudantes de Ciências Contábeis, Comunicação, Direito, Economia, Engenharia e Processamento de Dados.

O evento contará também com mesas de debates que abordarão temas como o combate à corrupção; macroeconomia; o custo econômico do crime e da violência; confisco alargado de bens; o processo penal e provas técnico-científicas em crimes financeiros; tecnologias disruptivas e inovação; contexto global do Brasil diante de organismos internacionais: OCDE, GAFI e FMI, entre outros. As inscrições podem ser feitas em https://forumcrimesfinanceiros.org.br/inscricoes/ e o valor pode ser parcelado em até 12x.

Inscrições:

COMBO EVENTO

Até final de janeiro – R$ 900,00

Até 10.03 – R$ 1.200,00

Até 23.03 – R$ 1.500,00

No dia do evento – R$ 2.000,00

 

PREÇO POR DIA

Até final de janeiro – R$ 500,00

Até 10.03 – R$ 700,00

Até 23.03 – R$ 900,00

No dia do evento – R$ 1.000,00

Fórum debaterá custo econômico do crime e uso de tecnologias disruptivas para o combate à corrupção

Você também pode gostar de:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *